Fibromialgia

Closeup back rear view of unrecognizable young woman touching and self massaging her neck, rubbing skin, relaxing herself, standing isolated over blue studio background, free copy space, banner
A Fibromialgia é uma condição crónica, mais frequente na faixa etária dos 30 aos 50 anos e nas mulheres, que se manifesta por dores neuromusculares generalizadas.

 

 

A Fibromialgia é uma condição crónica, mais frequente na faixa etária dos 30 aos 50 anos e nas mulheres, que se manifesta por dores neuromusculares generalizadas, cujo diagnóstico é clínico, baseado em:

  • pontos específicos de dor
  • rigidez muscular
  • fadiga
  • alterações do sono
  • redução da capacidade de concentração
  • depressão, etc.

A Fibromialgia pode ser muito incapacitante e, por ter um diagnóstico muitas vezes demorado, leva a estados de grande ansiedade e frustração, sendo assim as alterações emocionais praticamente inevitáveis, associadas tanto à condição física de dor quase constante, como à busca por uma justificação “palpável” para estas dores.

As alterações emocionais estão sempre envolvidas, seja como causa ou consequência, pelo que o tratamento e acompanhamento jamais pode ser dissociado desta condicionante. Tratar Fibromialgia é tratar o corpo para analgesia e permeabilidade muscular e tratar a mente e as emoções, equilibrando-as.

Na medicina convencional o tratamento passa muitas vezes por prescrição de analgésicos, relaxantes musculares e anti depressivos, bem como infiltrações de lidocaína ou toxina butolínica ou injecções de fármacos nos pontos-gatilho. Todos os tratamentos para a Fibromialgia são sintomáticos uma vez que a sua origem não está bem esclarecida. A administração de medicação frequente acaba quase sempre por provocar outras alterações e gerar habituação que vai requerendo consumo de dosagens cada vez maiores e fármacos mais potentes, passando a ser um ciclo vicioso cada vez mais difícil de gerir.

Contudo, há formas naturais de combater os sintomas da fibromialgia! Sendo esta uma patologia neuromuscular, se actuarmos a este nível através de neuro-estimulação, estimulação de músculos, fáscia e tendões, vamos obter resultados significativos ao nível da sintomatologia. A par desta abordagem, o tratamento do estado depressivo e/ou ansioso de que normalmente se faz acompanhar vai conferir maior eficácia e efectividade ao tratamento.

É desta forma que a Medicina Tradicional Chinesa (MTC) é uma “arma” extremamente eficaz no tratamento da Fibromialgia. A acupuntura tem a particularidade de intervir a nível local com a estimulação de pontos Ashi (como se chamam os pontos dolorosos em MTC), a nível muscular, promovendo o relaxamento com o estímulo das agulhas (eléctrico ou não, consoante as indicações para cada paciente) e com a produção de neurotransmissores que vão equilibrar os estados psíquicos.

Além da acupuntura, a MTC tem ferramentas igualmente eficazes, como a fitoterapia (suplementação com plantas medicinais) que são capazes de produzir efeitos equiparados aos da medicação oral que muitas vezes é prescrita a estes pacientes, com a vantagem de a maiorira destas plantas não ter os efeitos secundários que os químicos normalmente têm.

Viver com Fibromialgia costuma ser descrito como “viver na tentativa de se habituar à dor”… E viver com dor não é viver com Saúde!

Se sofre com dores constantes, sabendo ou não a sua causa, procure ajuda, a Medicina Chinesa pode ajudá-lo, e a Naturalmed também!